Como está o mercado de trabalho para desenvolvimento de produtos cosméticos?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

Desenvolvimento de produtos cosméticos

Há anos o Brasil vem se destacando no mercado de cosméticos. Ocupa o terceiro lugar, perdendo apenas para China e Estados Unidos. Em 2016, o país chegou a movimentar cerca de R$ 1 bilhão em negócios e o destaque não foram apenas as grandes empresas como a Unilever. As de médio e pequeno porte também passaram a apresentar números significativos.

Esse resumo do mercado da cosmética nacional mostra que os profissionais da área da saúde, interessados em fazer uma pós-graduação em desenvolvimento de produtos cosméticos, têm um cenário bem positivo pela frente.

Neste artigo abordaremos um pouco mais sobre esse setor. Continue conosco:

Por que o mercado de desenvolvimento de produtos cosméticos é promissor?

O setor de cosmética é um dos que mais investe em pesquisa, segundo dados revelados em evento promovido, em julho de 2017, pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC).

Na ocasião, diversas empresas compartilharam sua visão sobre o consumo de produtos do setor e apontaram algumas tendências que corroboram com o fato de a indústria investir cada vez mais em inovação.

O crescente interesse do público masculino por cosméticos para barba e bigode é um exemplo. Produtos mais sustentáveis e que ofereçam melhor custo benefício, são outros exemplos.

Para dar conta das constantes mudanças no perfil de consumo, as empresas têm investido em pesquisa e, consequentemente, estão em busca de profissionais especializados em desenvolvimento de produtos cosméticos.

Desenvolvimento de produtos cosméticos

A atuação profissional para quem faz pós-graduação na área

Os laboratórios de desenvolvimento de produtos cosméticos devem ser o principal alvo de quem faz um curso de pós-graduação na área, seja na indústria ou em uma empresa de pequeno porte.

Nesse ambiente o profissional realizará pesquisas e a elaboração de um produto, assim como todos os processos envolvidos em cada etapa.

Afinal, a partir da formação ele estará apto para atuar no planejamento, idealização e fabricação de produtos; compreender todos os aspectos que envolvem a produção, seja no âmbito legal ou gerencial; utilizar a tecnologia vigente para otimizar processos na elaboração de um produto.

Outras competências são: atuar com segurança na comercialização e representação de um produto no mercado; gerenciar equipes em departamentos de desenvolvimento, pesquisa e marketing de um cosmético; compreender a legislação vigente e maneiras de atuação segura do profissional; atuar conforme as normas para elaboração de um produto seguro para o consumidor final.

A importância de fazer um curso de qualidade

Quem pretende fazer uma pós-graduação em desenvolvimento de produtos cosméticos deve ter como primeira preocupação o curso. Isso porque a formação de má qualidade limitará as opções de atuação no mercado.

Um curso de desenvolvimento de produtos cosméticos em instituição de referência oferece conteúdo atualizado, corpo docente extremamente capacitado e atuante no mercado, além de infraestrutura adequada para as aulas.

Portanto, a dica é pesquisar as instituições com mais tempo e reputação no mercado.

Neste artigo mostramos que o mercado para quem deseja fazer pós-graduação em desenvolvimento de produtos cosméticos é bastante promissor. O consumo cresce a cada ano e o Brasil ocupa hoje o terceiro lugar no mundo entre os países que mais movimentam o setor. Importante salientar que para ter sucesso na profissão é preciso fazer um curso em instituição de referência, que ofereça conteúdo de qualidade e toda a estrutura necessária para boa formação.

Este artigo ajudou a esclarecer as suas dúvidas sobre o mercado de desenvolvimento de produtos cosméticos? Deixe aqui o seu recado e outras sugestões de tema sobre a área.

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×