Estética: um mercado de bilhões para profissionais da saúde

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

O Brasil ocupa hoje o terceiro lugar no mercado mundial de produtos para higiene pessoal e cosméticos e o primeiro lugar em cirurgias plásticas, totalizando um faturamento de US$ 43,5 bilhões em 2015 segundo a ABIHPEC.

Sem dúvida, trata-se de um mercado apetitoso e, por isso, arduamente disputado pelos vários profissionais habilitados a atuar na área, sendo que os biomédicos, enfermeiros e os farmacêuticos têm a vantagem de poder atuar nos procedimentos de maior valor agregado, tais como toxina, preenchimento facial, criolipólise, intradermoterapia, entre outros, conforme autorização por meio de resolução dos respectivos Conselhos de Classe.

Dentro de uma clínica de estética, esses profissionais poderão atuar como comissionado através de contrato, parceria, como autônomo ou também abrir sua própria clínica. No caso de parcerias, o comissionamento ao profissional varia de 30% a 50% do valor dos procedimentos, dependendo do acordo em relação ao custo dos produtos, locação de aparelhos, etc.

Devido a recente habilitação em procedimentos, antes exclusivos da área médica, os profissionais estão sendo alvo de constante vigilância e cobrança por parte dos conselhos de outras categorias da área da saúde, além dos órgãos de fiscalização públicos.

Para se proteger e garantir em eventual demanda judicial ou fiscalizatória, é de extrema importância que o profissional filie-se ao respectivo Conselho Regional. É necessário também que obtenha seu título de especialista na área, fazendo um curso de pós-graduação em escolas de reputação reconhecida em estética e que obedeçam às diretrizes e ao currículo contido nas resoluções dos Conselhos de Classe, mantendo um canal permanente de comunicação com os Conselhos Regionais onde atuam.

Sobre o período de crise no país, a ABIHPEC, Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, destaca que “em 2016 o momento é de agir e buscar a inovação de forma ampla, com foco em gestão, logística, serviços, comunicação e até mesmo na comercialização de seus produtos. Rever as estratégias e o trabalho em equipe é fundamental para manter a vitalidade e a força das empresas frente ao mercado, especialmente neste momento delicado da economia brasileira”.

Então, é hora de agir, por isso, caso tenha dúvidas sobre a área de estética, convido você a vir conhecer o Ibeco pessoalmente e conversar com uma das nossas coordenadoras pedagógicas.

E, lembre-se sempre: quanto mais capacitado, mais chance você terá para alcançar o sucesso!

 

Um grande abraço,

prof maria helena pimenta rosi ibeco

Profª Maria Helena L. M. Pimenta Rossi Diretora Pedagógica do Ibeco

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários no Facebook