Oncologia estética: um novo cenário da fisioterapia dermatofuncional

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×

fisioterapia dermatofuncional

Você já é formado em fisioterapia e está pensando em se especializar na área de fisioterapia dermatofuncional? Saiba que esse é um campo bastante promissor, ganhando espaço em diferentes segmentos da estética, mas principalmente nos tratamentos oncológicos.

A seguir, você confere como a fisioterapia dermatofuncional pode auxiliar nos tratamentos oncológicos.

O que é fisioterapia dermatofuncional

A fisioterapia dermatofuncional tem bastante projeção no mercado pela sua função e importância na reabilitação de pacientes que passaram por cirurgias plásticas reparadoras ou estéticas. Além disso, esse segmento tem auxiliado os pacientes que estão passando por tratamentos oncológicos, proporcionando-os mais qualidade e bem-estar.

Ao realizar uma pós-graduação em fisioterapia dermatofuncional o profissional agrega versatilidade em seus atendimentos ao ampliar seus conhecimentos prévios adquiridos na graduação de Fisioterapia.

O profissional formado em fisioterapia estética está habilitado para recomendar tratamentos estéticos e cosméticos para tratamento de pacientes que passaram por cirurgias ou tratamentos oncológicos. Também pode realizar técnicas manuais diversificadas como drenagem linfática e a liberação tecidual funcional.

Outro conhecimento expressivo desse profissional é a habilidade de acompanhar e orientar um atendimento funcional dos pacientes oncológicos e queimados, focando na reabilitação tecidual, vascular, estética e motora.

Como o profissional formado em fisioterapia dermatofuncional pode auxiliar na oncologia estética?

Os profissionais formados em fisioterapia dermatofuncional conseguem atuar na área de recuperação de pacientes com queimaduras e pacientes que estão realizando tratamentos oncológicos. Os cuidados com a estética são atrelados e funcionam agregando saúde e bem-estar aos pacientes em recuperação clínica.

fisioterapia dermatofuncional

Ao realizar uma quimioterapia ou radioterapia, o paciente pode ter reações na pele e nos cabelos. Os fundamentos e técnicas da fisioterapia dermatofuncional auxiliam na melhora da qualidade do tratamento desses pacientes.

O uso de sabonetes líquidos, hidratantes, shampoos hipoalergênicos, massagens estimulantes com técnicas específicas para cada tratamento, são alguns dos recursos que o profissional pode indicar e trabalhar com os pacientes para proporcionar bem-estar e qualidade durante o tratamento.

Quais os cuidados necessários ao trabalhar com a oncologia estética

A fisioterapia dermatofuncional é formada para proporcionar uma maior qualidade e bem-estar no tratamento dos pacientes que estão passando por tratamento oncológico. Desse modo, alguns cuidados são inerentes, como, por exemplo:

  • Cuidado e atenção ao aroma dos produtos utilizados, devendo ser suaves para não provocar reações nos pacientes;
  • Não fazer uso de ondas eletromagnéticas que podem ferir ainda mais os tecidos já debilitados;
  • A mesma ideia vale para o procedimento de criolipólise;
  • Ao utilizar laser, ultrassom e ablativos, o profissional deve utilizar em doses baixas;
  • Nos casos de câncer de mama, não é indicado a realização de massagens.

Além de todos os cuidados descritos acima, é importante observar quando começar os tratamentos. Ao começar o acompanhamento estético bem no início, maiores as chances de conseguir os resultados esperados.

Caso não seja possível iniciar o tratamento oncológico estético bem no início, tão logo que possível é o momento para iniciar o tratamento.

Achou essa área de atuação interessante? Compartilhe conosco deixando seu comentário.

 

Comentários no Facebook

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 0 Flares ×