Como um profissional de biomedicina pode entrar na área de Hemoterapia e terapia celular

biomedicina

Ingressar em uma nova área de atuação traz muitas vantagens. Entre elas a oportunidade de conquistar o sucesso profissional. Na biomedicina, por exemplo, há várias alternativas como o setor de hemoterapia e terapia celular, que vem crescendo ano a ano.

Esse segmento da biomedicina está relacionado com os processos que envolvem o sangue. Pesquisas e avanços tecnológicos nos procedimentos relacionados com a análise laboratorial têm exigido profissionais altamente capacitados e por isso é importante saber o que fazer para entrar nesse setor. É sobre esse o assunto que abordaremos a seguir. Acompanhe!

Pós-graduação será fundamental para ingressar na área de hemoterapia e terapia celular

Para quem quer mudar de área na biomedicina, mas ainda não sabe como fazer, a sugestão é buscar a qualificação. O conhecimento aprofundado será fundamental para o bom desempenho das atividades.

Os profissionais mais bem sucedidos não param na graduação. Estão sempre em busca de novas leituras, cursos e participação em eventos que ampliem os horizontes e possibilitem melhor qualificação.

Dessa forma, para atuar no setor de hemoterapia e terapia celular, é importante ingressar em um curso de pós-graduação que apresente técnicas e processos atualizados, atendendo a demanda do mercado da biomedicina.

Capacitado, o profissional terá condições de desenvolver suas funções com mais segurança e bons resultados.

biomedicina

Como é esse curso da área da biomedicina

O curso de pós-graduação em hemoterapia e terapia celular, com 360 horas de duração, na modalidade presencial, proporciona ao profissional da biomedicina maior conhecimento para realizar vários tipos de exames. Entre eles os que permitem a interpretação e o diagnóstico de alterações como anemias, infecções e inflamações.

A partir da especialização o biomédico também estará apto para avaliar a medula óssea, as possibilidades de transplante e compatibilidade, bem como formas de obtenção e armazenamento das células tronco.

O conhecimento necessário para evitar erros laboratoriais e preservar a qualidade do sangue para hemoterapia e terapia celular será obtido de acordo com as disciplinas da grade curricular que ainda incluem temas como:

  •         Fisiologia da Medula Óssea;
  •         Hemograma: interpretação clínica;
  •         Série vermelha e Série branca;
  •         Hemoglobina: aspectos gerais, estrutura e bioquímica;
  •         Hemostasia e coagulação;
  •         Biópsia de medula;
  •         Mielograma;
  •         Anemias;
  •         Leucemias;
  •         Síndrome mielodisplásicas e mieloproliferativos crônicas;
  •         Doenças linfoproliferativas malignas;
  •         Processamento e Controle de Qualidade de Hemocomponentes;
  •         Terapia Transfusional;
  •         Testes laboratoriais para doadores de sangue;
  •         Testes imuno-hematológicos;
  •         Doenças autoimunes aplicadas à Hemoterapia;
  •         Genotipagem e Sistema ABO;
  •         Células-tronco;
  •         Transplante de células-tronco hematopoéticas;
  •         Compatibilização HLA;
  •         Legislação, Biossegurança e Bioética na Atuação Profissional.

Dessa forma, o profissional da biomedicina terá a formação completa para atuar no segmento seja em laboratórios, clínicas, hospitais, bancos de sangue, de medula óssea e cordão umbilical.

Vantagens de procurar por uma instituição de ensino reconhecida no mercado

Para a capacitação, é importante que o profissional da biomedicina recorra a uma instituição que preze pela qualidade de ensino. Por isso a necessidade de atentar para o currículo do curso, corpo docente e a infraestrutura.

As escolas reconhecidas no mercado oferecem cursos com disciplinas atualizadas e de acordo com a demanda do mercado. Os professores são altamente capacitados e atuantes, com profundo conhecimento do setor.

No quesito estrutura essas instituições costumam contar com laboratórios e todo o equipamento necessário para a formação teórica e prática.

Nesse artigo mostramos que o profissional da biomedicina interessado em entrar na área da hemoterapia e terapia celular deve procurar pela especialização. Fazer a pós-graduação garantirá todo o conhecimento necessário de processos e técnicas para o desempenho seguro e ético seja em clínicas, laboratórios, bancos de sangue, medula óssea, cordão umbilical ou hospitais. Importante lembrar que fazer o curso em uma instituição que preza pela qualidade de ensino será um diferencial.

Quer saber mais sobre a área de hemoterapia e terapia celular? Acompanhe o nosso blog.