Pós-Graduação em Farmácia Clínica

https://ibeco.com.br/wp-content/uploads/2017/08/capa-curso-farmacologia-conselhos.png

Duração
460 horas

Modalidade
Pós-graduação

Tipo de curso
Presencial

A indústria e o varejo farmacêutico  sinalizam perspectivas positivas em relação à produção, vendas e geração de empregos no setor, dentre as quais destaca-se a Farmácia Clínica (Farmacologia Clínica), trazendo um conceito diferenciado de negócio farmacêutico, atuação profissional e atenção à sociedade. O farmacêutico clínico é o profissional responsável pelo esclarecimento da farmacoterapêutica medicamentosa para toda população, trazendo informações relevantes a respeito do melhor uso de medicações, evitando desperdícios, uso indevido ou desajustado por parte dos pacientes. Esta atuação atrai a atenção de governantes, gestores e de toda sociedade, uma vez que o farmacêutico clínico otimiza a utilização dos medicamentos para o indivíduo, sua família e todos ao seu redor, reduzindo custos de empresas e programas sociais e ampliando a saúde para todos.

Consultar Valor

Diferenciais Ibeco

Educação invertida
Material didático feito por especialistas
Trabalho de alunos publicado em mídias

Turmas

Noturna - Promocional
Data: De 01/04/2019 a 13/05/2020
Horários: Segunda e Quarta-feira: 18:45 às 22:45h
Local: Rua Loefgreen, 1400 - Santa Cruz, São Paulo – SP

Turma Noturna
Até 21/12/18 – 70% desc
Até 21/01/18 – 50% desc
Até 18/02/19 – 40% desc
Até 18/03/19 – 30% desc
a partir de 19/03/19 – Sem desconto

 

* Desconto concedido na matrícula. Consulte regulamento.

Portadores de diploma de Graduação em Farmácia dentro das normativas educacionais e reconhecido pelo MEC.

 

Os Cursos de Pós-Graduação Lato Sensu ministrados na Faculdade Ibeco são destinados a alunos concluintes dos cursos de graduação na área da saúde.  Compete à Instituição de Ensino a transmissão do conhecimento técnico e científico, para que o discente possa atuar de forma segura e eficiente no mercado de trabalho. É de competência de cada Conselho de Classe, habilitar o profissional de acordo com a sua categoria, isto é, autorizar o profissional inscrito no Conselho a exercer a profissão.

– Desenvolver o trabalho e a implantação em farmácia clínica, bem como seus aspectos legais e éticos
– Habilidade em administração e planejamento estratégico aplicado ao serviço de farmácia clínica
– Aplicar adequadamente ferramentas de semiologia e técnicas de comunicação interpessoal
– Solicitar e interpretar exames laboratoriais necessários para a prática da farmácia clínica e atenção farmacêutica
– Ao desenvolvimento dos processos de farmacovigilância e farmacoepidemiologia aplicados à farmácia clínica
– Atuar na farmacocinética e farmacologia clínica para aplicação no processo de atenção farmacêutica
– Discutir os processos fisiopatológicos e farmacoterapia aplicada às doenças dos sistemas que envolvem o corpo humano
– Discutir os processos fisiopatológicos e farmacoterapia aplicada às doenças oncológicas, aos pacientes idoso e ao paciente pediátrico, em seus casos específicos
– Discutir processos fisiopatológicos e farmacoterapia aplicada às doenças infecciosas e parasitárias

Conforme a Resolução nº 585/2013 do CFF, a Farmácia Clínica teve início na década de 60, em âmbito hospitalar, e atualmente encontra-se difundida em ambulatórios, unidades de atenção primária à saúde, farmácias, entre outros. Nestes estabelecimentos, o farmacêutico é o profissional responsável pelo cuidado direto ao paciente, promovendo melhor conhecimento e prática para o uso racional de medicamentos e de outras tecnologias em saúde. O objetivo deste curso é apresentar todos os cenários envolvidos na administração de um medicamento, trazendo para o aluno a vivência clínica na identificação, prevenção e atuação sobre possíveis problemáticas no mal-uso, uso indevido ou não utilização da farmacoterapia, assim como para melhor atuação no acompanhamento farmacoterapêutico do paciente, seus familiares e da sociedade.

MÓDULO I

 

Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica
Apresentação dos principais conceitos da Farmácia Clínica e as práticas para o exercício conforme a resolução nº 585 e a Resolução nº 654 do Conselho Federal de Farmácia. Fundamenta e discute as questões bioéticas e de legislação que norteiam as atividades desenvolvidas pelos farmacêuticos nos serviços de saúde. Discute a importância do papel farmacêutico na saúde pública e a assistência ao paciente.

 

Farmacovigilância e Farmacoepidemiologia na Atenção Farmacêutica
Identificar os processos de Farmacovigilância e Farmacoepidemiologia aplicados à Farmácia Clínica; compreender os efeitos dos medicamentos na população; identificar problemas e compreender o acompanhamento das intervenções que visam o uso racional de medicamentos; identificar efeitos indesejáveis dos medicamentos; identificar os grupos farmacológicos mais sujeitos a reações adversas; identificar os grupos populacionais mais sujeitos a estas reações; quantificar os riscos dos efeitos adversos associados ao uso de determinados fármacos; identificar fatores de risco, incidência de RAM, e os mecanismos dos efeitos indesejáveis; evidenciar com sabedoria os problemas na qualidade dos medicamentos.

 

Farmacocinética Clínica e Farmacologia Clínica
Compreender e saber avaliar como o organismo reage ao fármaco, por exemplo, os processos de absorção, distribuição, metabolismo e excreção; interpretar as alterações farmacocinéticas relacionadas a problemas hepáticos e renais; compreender a farmacocinética e farmacologia clínica para aplicação no processo de atenção farmacêutica; compreender a farmacoterapia em diversas situações clínicas; compreender o mecanismo de ação dos fármacos em geral; entender como ocorre as interações entre fármacos e destes com os órgãos, influenciando na ação dos medicamentos e no aparecimento de efeitos indesejáveis.

 

Interpretação de Exames e Dados Laboratoriais
Interpretação de exames laboratoriais e seus respectivos componentes e sua interferência nos processos patológicos, evidenciando a importância da correta análise dos resultados para a tomada de decisão para a prática da Farmácia Clínica.

 

Consultório Farmacêutico – Comunicação Interpessoal
Reflexão sobre a comunicação interpessoal aplicada à Atenção Farmacêutica. Como estruturar a consulta farmacêutica de uma forma simples e eficiente. Como conduzir aconselhamentos aos pacientes para tratar sintomas de baixa gravidade. Saber discutir as melhores condutas para diversos tipos de problemas de pele, distúrbios digestivos, dor sintomas respiratórios, entre outros, e os limites e sinais de alerta que exigem encaminhamento ao médico para diagnóstico e tratamento.

 

Farmácia Clínica e os Pacientes Especiais
Discute as atividades clínicas do farmacêutico para a tomada de decisão em pacientes especiais tais como: idosos, gestantes, lactentes, nefropatas, hepatopatas entre outras, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes.

 

Farmácia Clínica e o Paciente Oncológico
Aborda os processos fisiopatológicos e da farmacoterapia aplicada às doenças oncológicas. Identifica a gravidade das interações medicamentosas em oncologia. Discute a conduta terapêutica por meio de protocolos clínicos estabelecidos com a finalidade de monitoramento e avaliação de adesão ao tratamento, contribuindo assim, para a tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida do paciente. Discute aos temas sobre bioética, legislação e Políticas públicas de saúde em Oncologia.

 

Farmácia Clínica e o Sistema Respiratório
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema respiratório e os correlacionam as atividades clínicas do farmacêutico. Aborda o acompanhamento farmacoterapêutico e discute a conduta terapêutica por meio de protocolos clínicos estabelecidos com a finalidade de monitoramento e avaliação de adesão ao tratamento. contribuindo para a tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida do paciente.

 

Farmácia Clínica e os Sistemas Gastrointestinal e Hepático
Discute os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes aos sistemas gastrointestinal e hepático e os correlacionam às atividades clínicas do farmacêutico. Aborda o acompanhamento farmacoterapêutico e discute a conduta terapêutica por meio de protocolos clínicos estabelecidos com a finalidade de monitoramento e avaliação de adesão ao tratamento, contribuindo assim, para a tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida do paciente.

 

 

MÓDULO II

 

Empreendedorismo e Gestão Farmacêutica
Desenvolvimento de processos fundamentais no âmbito administrativo e estratégico para o sucesso na gestão da Farmácia Clínica, com ênfase na organização e na coordenação administrativa, no planejamento e controle das atividades financeiras, nos planos estratégicos de marketing e divulgação, no papel da liderança no desenvolvimento do sucesso na gestão farmacêutica.

 

Farmácia Clínica e o Sistema Endocrinológico e do Metabolismo
Discute os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema endocrinológico e do metabolismo e os correlacionam às atividades clínicas do farmacêutico. Aborda o acompanhamento farmacoterapêutico e discute a conduta terapêutica por meio de protocolos clínicos estabelecidos com a finalidade de monitoramento e avaliação de adesão ao tratamento, contribuindo assim para a tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida do paciente.

 

Farmácia Clínica e o Sistema Nervoso Central
Identifica os processos fisiopatológicos, suas etiologias e demais condições clínicas referentes ao sistema nervoso central e os correlacionam às atividades clínicas do farmacêutico. Aborda o acompanhamento farmacoterapêutico e discute a conduta terapêutica por meio de protocolos clínicos estabelecidos com a finalidade de monitoramento e avaliação de adesão ao tratamento, contribuindo assim, para a tomada de decisão e melhoria da qualidade de vida do paciente.

 

Logística Farmacêutica
Apresentação dos diversos fluxos logísticos utilizados nos serviços de saúde, correlacionando-os com as ferramentas de controle de estoque, evidenciando o papel estratégico que os estoques desempenham nas organizações. Realiza cálculos relacionados aos mecanismos de previsão e provisão dos estoques e elabora regras para a codificação de materiais e medicamentos.
Discute os aspectos como classificação, estrutura física para a implantação da Farmácia clínica.

 

Farmácia Clínica na Antibioticoterapia
Aborda os principais processos fisiopatológicos e farmacoterapêuticos aplicados às doenças infecciosas e parasitárias. Atualização sobre antibioticoterapia; Função do farmacêutico no provimento da antibioticoterapia; Principais classes de antibióticos utilizadas;

 

Metodologia da Pesquisa Científica
Orientação sobre a metodologia para elaboração de trabalhos científicos. Aprendizado e familiarização com as normas e técnicas para desenvolvimento de trabalho científico segundo as normas de Vancouver. Compreender a relação entre objeto de pesquisa e o sujeito (indivíduo), analisando e entendendo os problemas visualizados e quais suas aplicações em meio as alterações do ambiente. Através dos métodos disponíveis a estruturação e sistematização do problema será iniciada, esquematizando qual a melhor maneira de investigar e obter os melhores resultados. Comparação da metodologia Vancouver e da ABNT; Métodos indutivos, dedutivo, hipotético dedutivo e dialético; Tema, problema e hipótese; Variáveis e suas propriedades relacionais; Normas de confecções de trabalhos científicos e de conclusão de curso, bem como, artigos científicos.

 

 

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

A entrega das atividades complementares é opcional e deverá obedecer as orientações da coordenação pedagógica, conforme Plano de Curso. Carga horária: 100 horas

A entrega das atividades complementares é opcional e adicional na carga horária total do curso, que computa 360 horas. Podem ser obtidas da seguinte forma: congresso como ouvinte, congresso como palestrante, participação em workshops, participação em cursos livres, autor de capítulo de livro, autor de artigos para revistas científicas, autor do blog da Faculdade Ibeco. Deverão obedecer as orientações da coordenação pedagógica, conforme Plano de Curso.
Carga horária das atividades complementares: 100 horas

 

 

* A ementa desse curso pode sofrer alterações, sem que haja prejuízo no aprendizado do aluno.

Todos os materiais utilizados nas aulas práticas possuem registro na ANVISA, sendo reservado à Faculdade Ibeco, o direito de alterações na metodologia de ensino, caso haja indisponibilidade desta certificação.

Coordenação Pedagógica

 

Maria Helena L. M. Pimenta Rossi
Diretora Acadêmica.
Pós-Graduada em Fisiologia do Exercício pela Universidade Paulista de Medicina UNIFESP, Bióloga, Pedagoga e Esteticista desde 1994. Co-autora do Livro de Eletroterapias – Editora Difusão. Palestrante em diversos Congressos da área da Estética e Medicina Estética.

 

Thalyta Ap. Munhóz Cesário
Coordenadora Acadêmica.
Mestre em Ciências pela Universidade Federal de São Paulo, Pós-Graduada em Biomedicina Estética pelo IBECO, Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário São Camilo. Publicação de trabalhos científicos em periódicos internacionais e nacionais. Palestras e apresentações em Congressos na área de Biomedicina.

 

 

Corpo Docente

 

Confira abaixo alguns professores que fazem parte do corpo docente da Faculdade Ibeco.

 

Carla Adriana Hartmann Vieira Miyashiro: Mestre em Farmácia, Bacharel em Ciências Farmacêuticas, longa trajetória na Indústria Farmacêutica, na área de Pesquisa Clínica.
Cláudia Trombelli: Farmacêutica Esteta, Especialista em Cosmetologia, Manipulação Magistral, Fitoterapia e Marketing e Serviços. Graduada em Farmácia e Bioquímica.
Eduardo Baptista: Especialista com MBA em Gestão Estratégica de Negócios e com MBA em Gestão de Business Intelligence; Bacharel em Administração de Empresas, Gerente Regional de Operações do Grupo DPSP S/A.
Gerson Scherrer Júnior: Mestre em Enfermagem, Pós-graduado em Enfermagem em Nefrologia; Bacharel em Enfermagem; Graduado em Ciências Biológicas e Doutorando em Enfermagem, vasta atuação em Gerontologia e cuidados com os idosos.
Grazielle Prado Alexandre: Mestre e Doutora na área de Fármacos e Medicamentos pela USP, Graduação em Farmácia Industrial. Experiência em indústrias na área de Controle de Qualidade e Produção.
Leiliane Rodrigues Marcatto: Mestre em Ciências Médicas, Bacharel em Farmácia, Técnica em Biodiagnóstico e Doutoranda em Ciências Médicas.
Luciane Gomes Faria: Mestre em Farmácia, Especialista em Docência no Ensino Superior, Bacharel em Ciências Farmacêutcas, ampla experiência na área de farmacotécnica.
Michelli Mendes Karacsony: Especialista em Docência do Ensino Superior e em Homeopatia, Bacharel em Ciências Farmacêuticas e Técnica em Patologia Clínica.
Raquel Cristina Delfini Rizzi Grecchi: Mestre em Educação, Especialista em Análises Clínicas, Bacharel em Farmácia, ampla atuação no Conselho Regional de Farmácia/CRF-SP, inclusive como Presidente e Vice-presidente, vasta experiência em Legislação Farmacêutica.
Thais Peretti Pereira: Mestre em Ciências da Saúde, Especialista em Gerontologia e em Farmacologia e Toxicologia Clínica, Bacharel em Farmácia e Bioquímica, Técnica em Química.
Vivian Maria Carvalho: Farmacêutica Industrial, Cosmetóloga e Especialista em Cosmetologia Aplicada à Estética, palestrante de Congressos e eventos em Estética e Farmácia.

Ao concluir seu curso de Pós-Graduação Lato Sensu, você recebe seu certificado (reconhecido pelo Mec) em apenas 60 dias úteis.

 

A Faculdade Ibeco é uma instituição de ensino superior devidamente credenciada pela Portaria/MEC nº 85, de 06 de fevereiro de 2018, publicada no D.O.U nº 27, de 07 de fevereiro de 2018, responsável pelos cursos de pós-graduação lato sensu e que expedirá e registrará o certificado a que farão jus os alunos em conformidade com a Resolução CNE-CES nº. 01, de 08 de junho de 2007 que Estabelece normas e diretrizes para o funcionamento de cursos de pós-graduação lato sensu, em nível de especialização.

O curso, assim como a matrícula do aluno de Pós-Graduação, lato sensu,  poderão ser cancelados principalmente  por falta de quórum ou número mínimo de alunos para formação da turma, conforme  divulgação do curso sendo que o aluno poderá solicitar a devolução do valor pago a título de matrícula.

O reembolso integral de quaisquer valores pagos referentes ao curso será feito em obediência e dentro dos prazos estabelecidos no Regimento Geral da Pós-Graduação, a contar da data de solicitação do mesmo, a ser feita na Secretaria da Pós-Graduação, pelo preenchimento de formulário específico; este reembolso só será feito ao próprio aluno, sem exceção.

O simples abandono do Curso, pelo aluno, sem a devida formalização do cancelamento de matrícula, não será considerado para esse fim, permanecendo devido, neste caso, o pagamento integral de todas as mensalidades do período letivo correspondente.

O candidato e ou aluno será avisado sobre o cancelamento com no mínimo 24 horas de antecedência à data prevista para o início do curso através do e-mail cadastrado na Secretaria da Pós Graduação. Antes de reservar sua passagem aérea e hospedagem, sempre entre em contato com o IBECO consultando a disponibilidade de vagas antes de realizar sua inscrição.